Noronha

Digna de expressar o verdadeiro sentindo da palavra “paraíso”, a Ilha de Fernando de Noronha concentra as três praias mais belas do Brasil. Baía dos Porcos, Areia Clara e Praia do Leão são praias que não deixam nada a desejar ao Caribe.

 

Se quando na época do seu descobrimento em 1504 a ilha não foi lá muito aclamada pelo presenteado (o aristocrata lusitano Fernando de Noronha) que nem sequer chegou a conhecê-la, Fernando de Noronha foi muito valorizada por holandeses e até franceses. Sem falar nas invasões piratas que ocorreram por lá. Alguns estudiosos afirmam que a ilha ficou abandonada por quase dois séculos, porém, a equipe da Central Noronha desconfia que os invasores íam mesmo era tirar férias por lá e se esbaldar em suas águas cristalinas com o pretexto de buscar riquezas naturais.

 

Em 1737 os pernambucanos aliados ao governo português recuperaram a ilha para o Brasil e construíram nada menos que 10 fortes para proteger o território. Durante a segunda guerra mundial a ilha também serviu de base aos americanos e que sorte esses soldados tiveram hein?

Fernando de Noronha só passou a ser território unicamente brasileiro em 1988, quando foi fundado o Parque Marinho de Fernando de Noronha e o Ibama passou a tomar conta da área.

Circulação

O deslocamento pode ser feito de táxi, bugues e motos alugados ou por meio de uma linha regular de ônibus (opção mais econômica). Ao volante de um bugue, você consegue visitar mais praias e fica quanto tempo quiser em cada uma delas. Sai, em média, R$ 150 por dia, mas lembre-se de que o preço da gasolina na ilha gira em torno de R$ 5 o litro.

Praias de Noronha

O arquipélago possui 17 praias. Algumas delas são sedimentadas por lava vulcânica. Possui várias formações de piscinas naturais, com rica fauna marinha. Destaca-se também pelas falésias, onde vivem mais de 20 espécies de aves marinhas. A visibilidade das águas chega a 50m de profundidade.

Quem prefere ter um maior contato com a natureza, pode optar pelas trilhas. Um fácil caminho e muito procurado é o que leva até o mirante da Enseada dos Golfinhos, de onde pode se observar grupos de golfinhos-rotadores chegando à baía. A trilha tem extensão de aproximadamente um quilômetro e é indicada para ser feita logo pela manhã. Outra forma de conhecer os mais belos detalhes de Fernando de Noronha é o passeio de barco, realizado diariamente no Porto de Santo Antônio, o qual tem saídas pela manhã e de tarde.

Taxa de Preservação

Criada em 1989 por decreto estadual esta Taxa obriga todo passageiro que desembarca na ilha a pagá-la no desembarque. O visitante pode pagá-la com dinheiro, cheque e cartão. ou VISA ou Mastercard.

É possível pagar antecipadamente, via internet, a taxa de preservação ambiental. Assim, evita-se a enorme fila que se forma no aeroporto da ilha.

 

O valor é estipulado de acordo com o tempo de permanência.

 

Informações como o local de hospedagem também devem constar do formulário, disponível em http://www.noronha.pe.gov.br

 

Taxa Ecológica

Começou a ser cobrada desde Setembro/2012.

É possível pagar antecipadamente (a partir de Fevereiro/2013), via internet

O valor é estipulado é de R$ 75,00 (para brasileiros) e R$ 150,00 (para estrangeiros) para até 10 dias de permanência na ilha.

disponível em www.parnanoronha.com.br

Dicas Importantes

Água, tolhas, repelente e protetor solar são companheiros inseparáveis nas opções de atividades diurnas.

Olhe a consciência ecológica! Você está em área de preservação ambiental rigorosa, um paraíso que deve ser guardado para as futuras gerações.

Assim, não tire nada, a não ser fotos; não deixe nada, a não ser pegadas; não mate nada, a não ser o tempo; não destrua nada, a não ser calorias.

Não deixe de colocar em sua bagagem:

  • Repelente
  • Protetor Solar
  • Óculos escuros
  • Boné
  • Tênis
  • Mochila
  • Câmera fotográfica
  • Habilitação
  • Credencial de mergulho

Levar remédios que estejam em uso, pois a farmácia local, não tem grandes variedades;

Levar malas com roupas leves, tipo bermudas, camisetas, sandálias; Evitar levar grandes volumes;

Recomendamos levar dinheiro, pois nem todos os estabelecimentos utilizam cartão de crédito.

Preserve

O senso preservacionista que reina na ilha é reforçado pela presença de vários projetos bem-sucedidos de pesquisa. Os de maior destaque são o Tamar-Ibama, que estuda as tartarugas marinhas, e o Golfinho Rotador, que analisa cientificamente as piruetas dos cetáceos mais simpáticos dos oceanos. Nos dois casos, há uma perfeita harmonia entre a preocupação e o estímulo ao turismo ordenado como uma forma de gerar divisas para as pesquisas. No Tamar, é possível nadar com as tartarugas, observar o nascimento dos seus filhotes ou até adotar simbolicamente um exemplar da espécie.

Em Fernando de Noronha nem mesmo os tubarões parecem ameaçadores. O equilibrado ecossistema do arquipélago mantém os bichos bem-alimentados, o que, em tese, significa que eles não representam uma ameaça aos visitantes submarinos. Quando menos se espera, lá estão eles, assustadores, mas belos.

 

Voos Diretos

Os voos são diários e duram em média uma hora. O fuso horário da ilha resulta em 1 hora a mais que em Recife/Natal. No horário de verão os voos são antecipados em 1 hora.

Voando Azul

Natal / Noronha – Azul – 2731 – 11:40 / 13:50

Noronha / Natal – Azul – 2732 – 17:45 / 17:50

Voando Azul

Recife / Noronha – Azul – 2700 – 13:10 / 15:20

Noronha / Recife – Azul – 2701 – 15:55 / 15:55

Voando GOL

Recife / Noronha – G3-1798 – 13:50 / 16:05

Noronha / Recife – G3-1799 – 16:35 / 16:40

Mergulho

Noronha é o melhor lugar para se mergulhar no Brasil e está entre os cinco melhores do mundo.

É possível se mergulhar em diversos e belos ambientes subaquáticos que variam de 05 a 30 metros de profundidade. Os mergulhos podem ser de apnéia (sem equipamentos)

nas diversas praias, ou mesmo de cilindro em alto-mar, sendo dividido em mergulho de batismo (1ª experiência) e descida de mergulho duplo (para mergulhadores profissionais).

Mergulhar nesse paraíso é com certeza é uma experiência inesquecível.

Surf

Fernando de Noronha chega a ser chamada de “O Havaí Brasileiro”, as ondas da ilha são as mais fortes e tubulares do Brasil.

O melhor período para surfar são os meses de dezembro a fevereiro já as melhores praias são Cacimba do Padre, Laje do Bode e Boldró.

Para os praticantes deste esporte aconselha-se levar bastante protetor solar, guarda-sol e como nos demais lugares da ilha, respeitar sempre as sinalizações do IBAMA.

 

Pacotes Passeios

Pousadas Disponíveis